Posts da Tag "sentimentos"

Seis sentimentos que a arte pode nos trazer

26 jul 2018

 

Kevin Laminto (Unsplash)

Apesar da resposta a uma obra ser — na maioria das vezes — subjetiva, existem sentimentos que todos podem compartilhar ao observar algo novo. Aqui estão seis deles:

 

1. Entendimento do que está ao nosso redor

 

Foto: Antonio Molinari (Unsplash)

 

Muitas vezes nós só conseguimos compreender de forma clara o que está acontecendo na nossa sociedade quando (re)vemos os fatos através de um filme, uma peça, ou uma pintura. Observar a cultura através de um objeto ou produção artística pode ser bastante esclarecedor e eficiente quando queremos assimilar cenários externos que nos parecem confusos e caóticos.

 

2. Aceitação de quem somos e compreensão do que estamos sentindo

 

Foto: Bram (Unsplash)

 

Assim como a arte facilita a nossa compreensão do que se encontra fora, ela também pode ajudar muito no processo de entendimento de tudo que está dentro da gente. Um bom exemplo disso é quando encontramos letras de músicas com pensamentos que poderiam ser nossos, de tão semelhantes ao que sentimos. Ou quando assistimos um filme em que nos encontramos nas características de determinado personagem e de repente tudo parece fazer mais sentido.

3. A percepção de que não estamos sozinhos

 

Foto: Leslie Holder (Unsplash)

 

Na bagunça do nosso dia a dia, pensamentos vêm e vão. É comum acharmos que alguns sentimentos são só nossos, estranhando o jeito como enxergamos as coisas e colocando defeitos no nosso modo de ser. Mas quando nos vemos refletidos em uma obra de arte — à medida que nos identificamos com algum detalhe — percebemos que outra pessoa sentiu o que sentimos, viveu o que estamos vivendo e sonhou o que estamos sonhando. Nossos pensamentos e vivências não são tão únicos quanto parecem ser. Afinal, somos todos humanos. E nunca estamos tão sozinhos como imaginamos estar.

 

4. Medo — do que acontece ou pode acontecer — , seguido de esperança

 

Foto: H E N G S T R E A M (Unsplash)

Não são apenas coisas boas que são retratadas em obras de arte. Tristeza, morte, dor e corações partidos são temas que inspiram milhares de produções. E muitas vezes tememos o que a vida pode nos trazer quando tomamos contato com algo neste viés. Mas a arte, com toda a sua pluralidade, ao mesmo tempo que assusta, conforta. Nos fazendo entender que nem só de beleza é feita a vida.

 

5. Amor — pelas coisas, pelas pessoas e pelo mundo

 

Jean-Philippe Delberghe (Unsplash)

 

Saber olhar com cuidado é também uma forma de amar. Poemas, músicas e filmes que traduzem os nossos sentimentos também podem intensificá-los. Olhar com paixão para a arte é enxergar a beleza da vida e das pessoas que amamos.

6. Curiosidade e vontade de criar

 

Amaury Salas (Unsplash)

 

Uma boa solução para resolver o bloqueio criativo é se inspirar através da arte. Inspiração não é cópia e sempre pode ser exercitada. Seja um texto de dez linhas, um livro de cem páginas ou uma pintura de diversas cores… seguir a curiosidade e observar uma obra ajuda a pôr em prática toda e qualquer ideia.


Comente (0)        0
Tags: , ,
Por:
Larissa

Passado, presente e futuro

14 jun 2017
Ilustração: Lorraine Sorlet

Bom mesmo é encontrar alguém que faça você se encontrar. Alguém que plante memórias boas na sua lembrança, faça parte do seu presente e seja seu presente de todos os dias. Alguém que te faça levantar da cama toda manhã com um sorriso de orelha a orelha, sabendo que ainda tem muito amor para dar e receber. Alguém que te faça imaginar um futuro incrível. Alguém que faça de um futuro sem a sua presença, um futuro inimaginável.

Um bom amor é aquele que te faz sentir um conforto no peito. Um amor que te faz sentir-se em casa independente de onde você esteja. Amor esse que quanto mais os dias passam, mais amor se sente. Amor que faz a gente querer voar para os braços de quem se ama. Agora, depois, e sempre. Amor que te faz pensar que o melhor dia é sempre o de hoje.

Quando acontece, é inegável. Não existem dúvidas, não existem mágoas, não existem obstáculos. Só o amor existe. E ele basta. O sorriso vira rotina e o choro só acontece por felicidade. Não há espaço algum para coisa ruim dentro do peito.

Você fica por vontade, por amor, por saudade. Você fica porque não existe lugar melhor do que esse. Fica porque não existe sentido em não ficar. Fica porque a vida ficou mais bonita desde que toda essa sensação tão surpreendente começou.


Comente (0)        7
Tags: , , , , , ,
Por:
Larissa

Apaixonada pelas palavras e por tudo que elas não conseguem expressar

31 jan 2017

Minhas duas coisas favoritas foram sempre muito contraditórias. Sempre fui fascinada pela escrita, pela forma com que as palavras formam frases e essas formam textos. Acho que a escrita é uma espécie de mágica, em que a gente transborda o que sente por meio das letras. Ou pelo menos tentamos. Quantas e quantas frases já foram ditas em diferentes combinações das 26 letras do alfabeto. Parando pra pensar no quanto já foi expressado por meio delas, essas letras parecem ser uma infinidade de opções.

Mas aí vem a minha outra coisa favorita, e o mais difícil de tudo é saber que ela não é passível de tal magia que descrevi. Ela não cabe na escrita. Ela não tem tradução, pode apenas ser sentida.

Sempre fui fascinada pelo amor. Gosto da complexidade que envolve a relação entre as pessoas. Gosto de profundidade, de verdade, de sentimentos expressados sem medo. Gosto de reciprocidade. Mas isso tudo não se descreve (ou talvez o coração até descreva, em forma de sorrisos ou sensações).

Reconheço minha paixão pelas palavras, mas admito que é na falta delas que se esconde o inesquecível. Quanto mais lindo for um sentimento, menos palavras achamos para descrevê-lo. As mesmas 26 letras do alfabeto agora parecem insuficientes. Mesmo usando todas elas, falta coisa pra falar. Sempre vai faltar. O que é verdadeiro é indescritível.


Comente (0)        8
Tags: , , , , ,
Por:
Larissa